SP 17/02/2016 - TRT-2ª - Imóvel adquirido de forma ilícita não é impenhorável